segunda-feira, setembro 27, 2010

Oração II

(70 cm x 50 cm)

A Firma Oração Origami, Lda., não registada, de capital surreal, tem o prazer de informar que abriu as portas do calendário num dia escuro e desértico. Mais informa que, no acto solene da sua inauguração, esteve presente o Exmo. Sr. Pastor Patapudo, contando ainda com a presença de muitas almas desesperadas.

Oremos!

Do oriente surge uma mão que aperta um fio de contas… Curiosos, dois peixes origámicos perscrutam o doce aroma que exala. Das profundezas do tabuleiro rasgam-se as vestes terrenas na avidez de saboreá-la. Ah, vil pensamento! Ah, cobiça desmedida! Ah, inveja despudorada! Pai, traz até mim esta maçã!

Oremos!

2 comentários:

Sabes_Kem_Eu_Sou disse...

Ocorreu-me a propósito (sabe-se lá porquê) este poema de Al Berto:

As mãos pressentem a leveza rubra do lume
repetem gestos semelhantes a corolas de flores
voos de pássaro ferido no marulho da alba
ou ficam assim azuis
queimadas pela secular idade desta luz
encalhada como um barco nos confins do olhar

ergues de novo as cansadas e sábias mãos
tocas o vazio de muitos dias de desejo e
o amargor húmido das noites e tanta ignorância
tanto ouro sonhado sobre a pele tanta treva
quase nada


Aperto-lhe a mão, num cumprimento politicamente correcto

Bia disse...

Mais uma vez a Maçã fica suspensa na MÃO que a prende...Oremos para que não a deixe cair em tentação...Ela paira, presa pela corrente da sabedoria, que a mantém junto do abismo do tabuleiro, onde se cruzam os peões mundanos...E como ela deseja conhecer esses caminhos! Então a Mão continua firme, pois a cobiça é muita, a inveja é louca e o tabuleiro está mesmo ali, prestes a recebe-la nas suas entranhas... Bela Maçã suspensa em ORAÇÃO