terça-feira, fevereiro 02, 2010

Sonho de Uma Maçã Surreal



SONHO DE UMA MAÇÃ SURREAL
Fevereiro e Março, 2010
Foyer da Casa das Artes - V. N. Famalicão


No mutismo da noite, aguardo um sonho inquieto, sísmico, impregnado de avidez das paixões. Entrego-me à imagem...Tudo começa com uma tela em branco. A paleta vomita lama de tinta; o pincel está embriagado. Vai-se dando cor por vezes ao fundo, outras vezes alguns traços apenas. Depois, bem… depois, acontece uma história surrealista: são palavras que se envolvem com as cores na geometria do orgasmo de uma maçã…
Mas, afinal, o que é real ou surreal?

4 comentários:

ams disse...

Perguntava André Breton, no Manifesto do Surrealismo : “O sonho não pode ser também aplicado à solução das questões fundamentais da vida?” Para ele o Surrealismo é o "Automatismo psíquico pelo qual alguém se propõe a exprimir, seja verbalmente, seja por escrito, seja de qualquer outra maneira, o funcionamento real do pensamento". Tu propuseste-te exprimir o teu automatismo psíquico pelas tuas telas: a fantasia, os estados de tristeza, melancolia, mas também o teu radicalismo.
Vi a tua exposição. E do que vi, tudo me deslumbrou, intrigou, despertou.
Muitos parabéns, sinceros. Obrigada por me teres permitido entrar no teu mundo.

CMS disse...

Parabens!!! Eu já sabia que chegaria nesse estágio, sempre acompanho seu trabalho e é com muita emoção que retorno para apreciar sua exposição, nem imagina o tamanho da minha felicidde por você. Fica com nosso Pai e que seja abençoado hoje e sempre.

Meu carinho...

Bia disse...

Nunca duvidei de que seria um sucesso....

Parabéns...Um beijo e o meu obrigado por poder entar...ver...opinar...

Estranha pessoa esta disse...

MAs afinal onde ficam os colhões de Portugal?