quinta-feira, julho 15, 2010

Ao Ritmo da Maçã

Ao Ritmo da Maçã

Exposição de Pintura de Arnaldo Macedo

Conservatório de Música de Felgueiras

1 de Junho 10 de Julho de 2010

2 comentários:

Bia disse...

Olhei...parei e senti o ambiente das salas onde a MAÇÃ se mostra sem pudores, como que a dizer aos visitantes que a olhem e vejam como VIVE...
Sim, porque a MAÇÃ vive intensamente em cada pincelada, quer esteja à espera de ser colhida pelos tons que o pincel lhe quer deixar, quer fique imóvel sobre o tabuleiro de xadrez...
O peão...o cavalo...a rainha...todos eles são personagens duma outra "realidade". E ela, que entra e sai de cada cena com a frescura dos salpicos das águas do mar, ela mantem-se indiferente às "críticas" sociais que tentam atribuir-lhe culpas de todo o mal que na TERRA se vai disseminando...
Afinal, nas mãos deste ARTISTA, ela percorre desertos e mares...via de barco... entra na paleta...ou nos passos de um viajante...
Enfim,leva-nos nessa viagem pelo mundo imaginário das pinceladas que mancham a tela, que começa por ser branca, mas que se quer manchada pelas cores intensas que repousam na paleta...

Parabéns por todo o TRABALHO aqui reunido e que nos permite viajar até às origens duma "história"

paula disse...

Então o pecado original fica a 10 kms de Felgueiras?