quinta-feira, janeiro 25, 2007

Era uma vez....

(50cm x 60cm)

Este quadro com uma historia Natalicia, era para editar em Dezembro, mas como todo ser humano diz. Natal é sempre que um Homem quiser...Então eu digo hoje é Natal!!! Era uma vez..."Em criança começava assim a minha redação na escola." um simples cãozinho que se encontrava-se encostado á sombra do pecado da vida...Abandonado, cheio de medo, com fome, com falta de carinhos e triste muito triste...Até que uma mão carinhosa e gigante ampara o pequeno cãozinho. Pega nele dá um nome "Urso" dá uma nova vida. Como resplandeceu a vida daquele simples animal...Como o pequeno Urso tantos humanos se encontram-se encostados á sombra do pecado, uns estão incrédulos, outros esperam que uma mão gigante os conduzem no autocarro do prazer de viver...


3 comentários:

Sandra Carvalho disse...

A minha começa assim: Como nada é por acaso e nosso Criador também é
dos nossos animais, Ele procurou o filho mais próximo do abandonado Urso, aquele filho que tem a Virtude do Amor e da Humildade porque todos temos, só tevemos deixar que nos faça florescer dentro de cada um de nós, então Ele o falou: Filho meu, ponhas tua mão sobre este abandonado e dar-lhe o carinho e cuidado que sei que tu tens. Hoje o "Urso" é feliz, pela Mão que o tirou do pecado.

Teu quadro está muito lindo querido Urso e meus parabéns
a Mão que te cuida e te pintas

Meu Beijo

.*.Magia.*. disse...

Olá meu marciano eclipsado!!!!

O autocarro do prazer de saber viver...
Será em Marte?

Olha, vou deixar-te o horário...
A paragem já sabes onde é...

Ás vinte para três contas dez passos para a lua...e mais ou menos a meio do 45º segundo desvias-te ligeiramente para um lado escolhido à sorte...olharás em frente e teras um rel´gio sem ponteiros à tua frente...
TU és o ponteiro dos segundos que falta lá... A hora é sempre a mesma é a tua e os minutos...esses tens que ser tu a agarra-los...
Num deles, vai o autocarro para Marte...apanha-o...não o percas!

Um grande beijo para ti Marciano dos sonhos perdidos e das cores por encontrar...O teu surreal fascina-me...! Mas isso, tu sabes ;)

Anónimo disse...

o quadro e como o artista k o pinta.o quadro para ser uma arte ele tem k passar a essencia do pintor...e os teus são perfeitos...
vc não me perguntou ate onde eu iria...
o medo tranforma as palavras ditas em armas mortais...
onde esta a verdade?tinha alguma verdade no k dizia sentir?cade o sentido...tu não me perguntou ate onde iria pór ti...